Tribunal de Justiça cassa liminar para nomeação de aprovados em concurso de Japeri




Tribunal de Justiça cassa liminar para nomeação de aprovados em concurso de Japeri


Por Redação

         Os desembargadores da 18ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça cassaram, nesta quarta-feira (21), por unanimidade, a liminar de 1ª Instância, que determinava a nomeação e posse dos concursados, em 2016, para vários cargos na Secretaria de Educação de Japeri.

         Os desembargadores Cláudio Luiz Braga dell’Orto, Eduardo de Azevedo Paiva e Margaret de Olivaes Valle dos Santos votaram a favor do recurso de agravo de instrumento impetrado no Tribunal de Justiça pela Procuradora Geral do Município, Juliana Kryssia Lopes Maia.

         A Defensoria Pública havia entrado com pedido de liminar, através de Ação Civel Pública, contra o município de Japeri, pedindo a anulação do decreto 2.663/2017, assinado pelo prefeito Carlos Moraes, que anulou o concurso público realizado em 2016 pelo ex-prefeito Ivaldo Barbosa, o Timor.

         “Eu sempre acreditei na Justiça, que mais uma vez entendeu as razões pelas quais determinamos o cancelamento do concurso. É mais uma grande vitória do nosso governo”, festejou o prefeito Carlos Moraes.

         O concurso havia sido aberto para os cargos de merendeira, auxiliar de serviços gerais, inspetor de alunos, secretário escolar, agente administrativo, motorista vigia, agente educador, pedreiro, pintor e bombeiro hidráulico.