Japeriense lança livro sobre biologia na Bienal




Japeriense lança livro sobre biologia na Bienal


Por Redação

A japeriense e bióloga, Viviane de Jesus Martins Pecis lança nesta terça-feira (5), na 18ª edição da Bienal Internacional do Livro Rio, das 17h às 18h, o Livro Aguapé (Uma Fonte de Energia Inesgotável). A autora vai autografar o exemplar no stand da Apae, no Pavilhão Azul, J06, que fica no Riocentro, no Recreio dos Bandeirantes. Nesta segunda (04) Viviane esteve na sede da Prefeitura de Japeri para presentear o prefeito Carlos Moraes com um exemplar autografado.

O livro, que é um trabalho acadêmico de biologia da faculdade, fala sobre uma planta aquática chamada Aguapé, que capta metais pesados e macro nutrientes da água e devolve em oxigênio.

“A Aguapé tem vantagens e desvantagens. Quando é monitorada, pode servir para filtrar a água, tirar o poluente e quando não, ela se torna uma infestação, um passivo ambiental. A Aguapé, que pode ser vista na Lagoa de Miguel Pereira, é usada como planta medicinal, com poder afrodisíaco, para curar febre e dores de cabeça e barriga”, conta Viviane, que é servidora da Secretaria Municipal de Saúde, já morou no bairro Delamare, em Japeri e atualmente reside em Nova Iguaçu.

Ainda de acordo com a autora, a Aguapé, também pode ser usada como alimento, pois tem o mesmo nível de nutriente da alfafa, mas teria que ser cultivada em local apropriado e ser testada. “Se não houver controle ela pode ser uma praga. Ela poderia ser usada para despoluir a Baía de Guanabara, por exemplo. A planta é uma boa solução para limpar mangues, rios e canais. Morei num sítio onde eram criados porcos. E os dejetos caiam no lago. Com esta planta, a água foi limpa”, garantiu Viviane, que lança o livro em homenagem ao marido, o médico Carlos Alberto Pecis, que se recupera de um problema de saúde.

O livro estará disponível durante a bienal em outros stands da 18ª edição da Bienal Internacional do Livro Rio, que acontece até o dia 10 deste mês, no Riocentro.

Fonte: Pref. Japeri