Qualificação para pré-candidaturas nas eleições municipais




Qualificação para pré-candidaturas nas eleições municipais


Por Redação

Formação Giro 2020 vai oferecer conteúdos de políticas públicas e estratégias de comunicação e financiamento para fortalecer pré-candidaturas comprometidas com a redução das desigualdades

Quem mora em várias cidades da Baixada Fluminense conhece bem os desafios de acesso à direitos básicos e infraestrutura urbana enfrentados. A falta de vaga nas escolas e creches, serviços de saúde de qualidade, tratamento e coleta de esgoto, abastecimento de água limpa, entre outras condições precárias, retratam um cotidiano marcado por muita desigualdade e ausência de investimento em políticas públicas. Neste sentido, como um ano de eleições municipais, 2020 é marco estratégico para o debate de prioridades para os nossos bairros, favelas e cidades na disputa eleitoral.

De olho nisso, as ONGs Casa Fluminense e a Fundação Cidadania Inteligente estão com inscrições abertas para curso de formação gratuito, inédito e totalmente online voltado para pré-candidaturas que vão concorrer às eleições municipais este ano, em Japeri, Queimados, Paracambi e outras cidades da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. As inscrições vão até o dia 11 de agosto e podem ser feitas no site giro2020.org. O resultado será divulgado no dia 14 de agosto e a seleção será feita de acordo com o edital. 

Durante duas semanas, serão 23 vídeo-aulas com especialistas em diversos conteúdos de políticas públicas com foco na prioridade das cidades e na redução das desigualdades, como mobilidade, saneamento, saúde, cultura, educação, entre outros. Além dos tópicos de políticas públicas, dois módulos são focados em estratégias de marketing, comunicação e financiamento de campanhas. 

Para Henrique Silveira, coordenador executivo da Casa Fluminense, fortalecer pré-candidaturas municipais comprometidas com redução das desigualdades e acesso à direitos é fundamental. “Os conteúdos que compõem a Formação Giro 2020 estão alinhado com a nova Agenda Rio 2030, conjunto de propostas de políticas públicas que refletem as prioridades das cidades e pautam a melhoria das condições de vida da população. A partir de diagnósticos apontados no Mapa da Desigualdade 2020, o percurso formativo vai demonstrar como o investimento em políticas urbanas e infraestrutura está relacionado com o desenvolvimento sustentável e inclusivo das cidades”.

Já Maria Luize Freire, coordenadora da Fundação Cidadania Inteligente no Brasil, destaca que o contexto atual traz a urgência de ações no presente que disputem o futuro de nossos bairros, favelas e cidades. “O cenário de fragilidade institucional, polarização política e crise socioeconômica demanda de nós, sociedade civil, organização de estratégias de fortalecimento de pré-candidaturas alinhadas com uma agenda cidadã. Neste sentido, a Formação Giro 2020 vai priorizar a entrada de moradores da periferia, jovens, mulheres, negros, pessoas lgbt+ em toda a sua diversidade. Para girar as pautas na direção certa, é preciso girar os protagonistas da política.”

Serviço:

Formação Giro 2020

Inscrições até 11 de agosto

Giro2020.org