Instale nosso app na tela do seu celular


Participe do nosso grupo no
WhatsApp
Japeri
Japeri
Japeri
Japeri



  • Festival de Curtas do Sesc tem filme com Juliana França


    Sesc Curta! apresentará panorama da produção audiovisual da Baixada Fluminense

    Além da exibição de curtas-metragens, programação contará com atividades formativas com a participação da montadora de cinema Jordana Berg e do videomaker Paulo China

    O Sesc RJ realiza de 12 a 29 de agosto o Sesc Curta! Baixada, etapa regional do projeto que tem como objetivo exibir um panorama da produção audiovisual recente do estado do Rio de Janeiro e abrir uma janela para a difusão de curtas-metragens de realizadores locais. Na etapa Baixada Fluminense, além da exibição on-line de 14 curtas-metragens finalizados entre 2017 e 2020, o projeto contará com uma programação de atividades formativas gratuitas (debate, masterclass e oficina) que buscam contribuir para o aumento do repertório simbólico e o desenvolvimento de novos olhares do público, tanto espectadores como artistas. Os filmes estarão disponíveis em www.sesccurta.com.br a partir desta quinta-feira (12/8).

    Prêmios

    Vencedora do prêmio de Melhor Atriz do Festival Guarnicê de Cinema, da Universidade Federal do Maranhão, o quarto festival mais antigo do país, a atriz Juliana França, de 31 anos, acredita que o troféu representa a possibilidade de sonhar e de viver da cultura na cidade em que ela vive, Japeri, na Baixada Fluminense. Juliana venceu na competição de curtas-metragens pelo filme “Neguinho”, na edição de 2020 do evento, mas só recebeu a estatueta agora. Atualmente, ela participa da produção do filme “Amai-vos”, contemplado pela Lei Aldir Blanc, com estreia prevista para outubro.

    NEGUINHO

    Direção de Marçal Vianna

    Duração: 20min.

    Classificação Indicativa: Livre

    2019

    Jéssica tem pouco tempo para ser mãe. São nos bancos da Supervia – entre uma baldeação e outra – que ela cuida do seu filho Zeca. Jovem e negra, ela possui uma vida atribulada. Nada vem fácil para ela. Depois de muitas tentativas, Zeca consegue uma bolsa de estudos numa escola de classe média alta da Gávea, mas a felicidade momentânea vem cercada por momentos de desespero: Zeca já não é mais a criança feliz e comunicativa de antes. Jéssica recebe um veredicto da escola e o destino do menino está em suas mãos. Direção de Marçal Vianna. 20 min. 2019. Nova Iguaçu/RJ. Livre.