DENÚNCIA CONTRA A CLARO



DENÚNCIA CONTRA A CLARO


DENÚNCIA

Muitos clientes da CLARO estão passando por dificuldade de resgatar seu chips após noticificar perda ou roubo

Cliente da operadora Claro deste 2008, sou professor Ivan Lima tive seu celular roubado durante um assaando no dia 4/8 na Via Dutra. Após chegar em sua casa, realizei o bloqueio das duas linhas por medida de segurança e providenciei a compra de um novo aparelho.

Ao desbloquear a linha e resgatar o número utilizado para comunicação excluivamente profissional fui informado que deveria ligar para a central 1052 para efeturar o desbloqueio. Durante o atendimento a operadora afirmou que por medida de segurança, eu deveria me dirigir a uma loja da CLARO. Imediatamente, informei que eue stava dentro da loja da CLARO.

A surpresa veio quando o SAC da CLARO informou que apenas em lojas próprias o cliente poderia desbloquear o seu número de trabalho.

Indaguei qual era a função das franquias já que ela vende e presta o serviço de resgate de número por perda e roubo, mas não pode desbloquear. Indaquei qual seria o procedimento tão mágico feito pela loja própria que a loja franqueada não poderia fazer e não tive resposta.

A loja própria fica a 50 km de distância sem levar em o tempo que não é menor do que 2h30 ida e o custo da viagem.

Fiz diversos contatos com a CLARO que se limita a dizer que esse é o procedimento.

No mesmo dia que passei por isso, fui na TIM para regatar o meu número que uso para ligações e prontamente fui atendindo.

Gostaria de sugerir uma pauta e essa atitude da CLARO incentiva que os menos incistentes troquem de números como se trocassem de roupa, prejudicando tanto as pessoas quanto o sistema de telefonia.

Estou sendo prejudicado profissionalmente e não tenho como pagar advogado para entrar na justiça. A próxima data para atendimento na Defensoria Pública é apenas para novembro.

Quero lutar não apenas por mim, mas também pelas pessoas que não têm tanto esclarecimento ou forças para brigar contra arbitrariedades como esta.

Podem me perguntar: por que você não vai na loja própria e resolve isso? Não vou porque a loja franqueada é identica das lojas próprias, não há nada que impeça que o serviço básico seja feito, prova disso foi a TIM que também é uma loja franqueada e eu tive o direito de resgatar um patrinônio.

Conto com a ajuda da imprensa.

Este relato será enviado à mídia fluminense.