Japeriense ajudando japeriense! - Site Japeri Online
SETEMBRO AMARELO

Japeri

Participe do nosso grupo no
WhatsApp


Japeri
Japeri
Japeri
Japeri

Japeriense ajudando japeriense!


O site Japeri Online recebeu de um leitor o caso da Márcia. Ela precisa fazer uma cirurgia para tratar de vários miomas. Ajude doando e compartilhando!

Até o fechamento desta matéria, Márcia já arrecadou R$ 375,00 de seis mil necessários.

http://vaka.me/1354391

Sobre a doença

O que é um mioma uterino?

mioma uterino (fibróide, leiomioma ou fibromioma) é uma doença benigna do útero que consiste no crescimento exagerado das células do miométrio (parede do útero). O crescimento destas células ocorre de forma delimitada dando o aspeto de nódulo aos miomas, sendo frequentemente descritos como nódulos miomatosos.

O mioma uterino também é frequentemente designado por fibróideleiomioma ou fibromioma uterino, tendo todas estas denominações o mesmo significado clínico.

Nos casos em que existem vários miomas, podendo acometer praticamente todo o útero, é utilizada a definição de útero miomatoso ou miomatose uterina. Cada mioma pode ter diferentes tamanhos, variando desde alguns milímetros até vários centímetros (grandes massas), podendo alterar a estrutura do útero e provocar a deformação da sua superfície externa ou do endométrio (interior do útero).

O mioma uterino é das patologias benignas mais frequentes do sistema reprodutor feminino, podendo afetar todas as mulheres. A sua incidência varia de acordo com a idade, sendo mais frequentemente diagnosticada antes dos 50 anos (menos frequente acima de 50 anos). Ocorre entre 20 a 40% das mulheres em idade reprodutiva e em 70 a 80% aos 50 anos, ou seja, a sua frequência aumenta com a idade. Esta patologia é 2 a 3 vezes mais frequente na raça negra, sendo habitualmente mais grave nestes casos.

Complicações do mioma uterino

As complicações associadas aos miomas uterinos dependem do seu tamanho, do seu número e da sua localização. Estas manifestam-se, habitualmente, através dos sintomas de dor na região pélvica (fundo da barriga) e de hemorragias abundantes durante a menstruação, com possibilidade de repercussões na hemoglobina da mulher e anemia. Nestes casos, os sintomas de cansaço, palidez e astenia podem ser evidentes. Se o tamanho for bastante grande, devido à compressão que o útero faz, pode haver complicações urinárias (bexiga e rins) e intestinais.

 

https://pst.cr/EwkGJ





Parceiros




  • Open chat